Friday, February 4, 2011

PARECEM TUGAS: NÃO O SERÃO?

Só na imunda tugária poderia conceber-se cobardia igual. A polícia à paisana, liderando o lumpen - onde foi ela própria recrutada - a atacar violentamente manifestantes pacíficos, a bloquear a imprensa internacional, a atacar diplomatas, a sequestrar jornalistas. Com o execrando governo a dizer o que qualquer pedrasta papista de Braga diria depois de ter ordenado coisa análoga (como ordenou, em tempos). "Não sei de nada". E abre logo o guarda chuva do "rigoroso inquérito", como consta na minuta do estado tuga, estado de pedrastas e papistas. Só na imunda tugária poderia have cobardia igual. Violência igual. Gente assim. Para que a semelhança seja perfeita, vem a idiotia do velho falar no caos que geraria o seu afastamento, como se a sua presença não fosse patente origem do único caos a ponderar. Não vos parece um cavaco?... Perante isto, incomoda (e muito) a treta da "transição pacífica". Porquê pacífica? Como poderia ser pacífica? Os torcionários querem tomar café com as vítimas? Acham-se no direito de serem convidados pelas vítimas para jantar, à beira Nilo, no Andaluzia?... É preciso dizer-lhes que não. No Cairo como em qualquer outro lugar é preciso que fiquem reduzidos a circunstâncias onde não seja possível que façam mal a mais alguém. Se isso for pacificamente possível, seja. Senão, seja assim na mesma. Mas olhar para o Cairo e vêr as imundas deformidades físicas e mentais do pedrasta papista da tugária indispõe violentamente.

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...