Sunday, June 6, 2010

Chipre, como previsto

Umas escassas centenas de empregadas domésticas filipinas e uns ingleses em calções de banho foram ver Ratzinger. O Santo Sínodo da Igreja de Chipre recebeu-o com simples apertos de mão, excepção feita aos cinco Santos Hierarcas que se recusaram a qualquer contacto com a criatura. (O aperto de mão não é saudação aceitável entre Bispos). E o Santo Arcebispo aproveitou o ensejo para fazer incidir a atenção internacional para a ocupação turca do Norte da Ilha, do tranquilo alto dos seus dois metros de raso negro. Os cipriotas meteram-se em casa para não verem o repulsivo velho que, lá naquele lençol branco de que faz as batinas, fez figura de fantasma e, como de todos os fantasmas, dir-se-á que a maioria das pessoas normais não o viu. Um flop. De salientar um conveniente erro de tradução, cometido em público, quanto à alocução do Santo Arcebispo. Ele dirige-se ao "papa da velha Roma" e assim o tratou (com generosidade excessiva, porventura, mas Arcebispo e´Arcebispo e sabe seguramente o que dizer). Ora a tradutora enunciou "papa da primeira Roma". E as duas expressões são são equivalentes. Os papistas não passam uma sem batota. São irrecuperáveis, realmente.

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...