Friday, June 4, 2010

CRIME, DIZ O MUNDO

O assalto dos israelitas a navios de pavilhão turco em águas internacionais, com assassinato de civis, sequestro de tripulantes e apropriação da carga, traduz óbvio acto de guerra, passível de gerar uma crise na OTAN da qual a Turquia é membro relevante. A hipocrisia americana relativamente à gravidade de tal acto corresponde tão simplesmente à cumplicidade perante a hostilização do papel que a Turquia decidiu assumir e vai assumindo em regiões que ainda a tomam como entidade referencial. A Palestina é certamente um desses casos. E a estúpida política "atlantista" voltou a falhar os alvos e os objectivos. Hostilizar a Turquia com esta amplitude é certamente uma grande novidade. Uma notícia de relevo para os inimigos da estupidez. Uma grande lição para os turcos. E uma afirmação da nocividade da clique israelita no governo de um estado-brigão, que se vai desincumbindo (mais mal que bem) da repulsiva tarefa de inventar o seu emprego e ficcionar a utilidade e função de um estado (aberrante) na comunidade internacional. O que realmente faltava era abrir caminho a uma liderança confessional turca na catalização (senão a direcção) de uma necessária conjunção de reacções árabes. Está feito. A imbecilidade dos comentários que a isto se ouviram em terras da tugária, confirma a imbecilidade de sempre nos lugares de sempre. O semelhante gera o semelhante. A estupidez da direcção política americana não poderia nunca produzir agentes locais inteligentes. Há coisas irresolúveis. Feliz ou infelizmente.

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...