Sunday, August 8, 2010

ELEIÇÕES NA ORDEM DOS ADVOGADOS

As máfias e contra-máfias organizam e desorganizam listas para manter ou renegociar as respectivas posições no controlo da ordem dos advogados - um dos pilares da corrupção da tugária, porque permite retaliar sobre qualquer advogado que pretenda reagir contra qualque arbítrio, mesmo em patrocínio alheio. O aparelho fez já milhares de vítimas entre os advogados que, punidos por "violação do dever de urbanidade" por terem chamado nulo a um acto, ou por terem reagido a qualquer tentativa de intrusão da corporação, ficaram vitaliciamente na condição de sub-advogados. O cartel não aceita que ninguém possa ser aleito com razões de queixa contra os seus membros. Nenhum advogado punido com censura pode ser eleito para o que quer que seja. Os advogados, portanto, não conseguem reagir aos grémios e carteis das máfias colocadas por Júdice e Rogério Alves (i.e. pela Opus e pela "Grande Loja") na sua própria corporação. E as máfias "podem" participar, instruir e decidir os "processos disciplinares" contra quem quer que se lhes oponha e eliminar pura e simplesmente qualquer opositor em qualquer conflito ou tensão, ou ainda, a pretexto disso, explorar qualquer advogado até à ruína, com multas de dezenas de milhares de euros. Mas há formas seguras de reagir. Não há motivo para que os advogados não retaliem. Há "proxys" gratuitos a permitir com toda a segurança que uma navegação eficazmente anónima. E isso permite travar todos os combates e proceder a todas as denúncias (e publicar todas as fotografias). Esses homens-cães devem ver devolvido o terror que semeiam. É preciso que os agentes da protecção da pederastia e de todas as corrupções ali colocados na Ordem dos Advogados sejam identificados em público, para poderem ser vigiados por outros olhos. Pode-se perfeitamente fazer um blog para centralizar e tratar a informação (garantindo o anonimato das fontes) e proceder à denúncia pública e público inventário do que têm feito estes bandos de canalhas. (Há matéria para os atirar para a cadeia por muitos anos, assim houvesse aparelho judiciário). Este combate é imprescindível, porque agora eles até já participam nos júris de ingresso dos candidatos à magistratura (coisa impensável, mas evidente e oficialmente publicada). Nada disto pode deixar de piorar. E é (nitidamente) preciso evoluir para uma lógica de legítima defesa colectiva. Ora de entre os instrumentos disponíveis para garantir a ciorculação da informação livre, está o freegate (solução da Dynaweb... evidentemente apareceram inúmeras outras designações idênticas que são provavelmente armadilhas puras e simples). Nós usamos o free gate. É seguríssimo. completamente gratuito. É preciso que este uso se generalize. E é preciso começar a fazer o que deve ser feito. Sem transigências. Sem medos. E com toda a segurança.

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...