Thursday, January 27, 2011

PINTO DE ALBUQUERQUE

Mais um golem do papismo local segue o seu curso. O papismo gosta deles assim. Esquálidos. Quebradiços. Grasnando por minuta. Ainda não há muito tempo Pinto de Albuquerque defendia a revisão dos parâmetros da liberdade de expressão para defensder Cavaco do caso BPN. Como se na tugária existisse liberdade de expressão. Pois agora vai para o tribunal de protecção das liberdades europeias. O papismo está de parabéns?... Não. Sendo o papismo lixo e tóxico -como inquestinavelmente é - o mais natural é que a duplicidade em que tão bem treinaram a sua nova criatura se faça agora notar. A anotação do Código de processo penal subscrita pela criatura é extraordinária nas omissões... Vamos ver para que lado pendem agora as suas fidelidades, porque é seguro que penderão para onde melhor vingar o interesse próprio e a respectiva chaveta de conveniências. Pobre papismo que ainda não aprendeu que o semelhante gera o semelhante. Não aprendeu que de si não pode saír senão coisa semelhante a si. É muito mau. Bem o sabemos. Talvez a rebelião nos permita enfim resolver as coisas, passada, como parece estar, a fase da contestação. A falta de liberdade de palavra vai forçar-nos a saltar a etapa da contestação.

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...