Wednesday, October 12, 2011

A JÚLIA À SOMBRA

O tribunal de primeira instância, indiferente a tudo, condenou a antiga primeira ministro ucraniana a sete anos de prisão e a uma indemnização que só o euromilhões poderia pôla em condições de pagar. O actual Chefe do Estado tem o problema de estar a passar por ter feito a encomenda da condenação, o que, a confirmar-se, poderia ter por efeito que à vitória táctica sucedesse a derrota estratégica. Mas o juiz não se portou mal. Indiferente às reacções americanas e europeias, às manifestações, à (surpreendente) renitência de Moscovo, o juiz decretou quanto entendeu ter fundamento para decretar. É de homem. Lia a sentença indiferente ao facto da senhora estar a falar ao mesmo tempo. A boa velha Júlia dizia ao mesmo tempo que ia para Estrasburgo. E faz bem. A precária Comissão precariamente Europeia veio dizer pelo senhor banalidades umas banalidades mais, designadamente, ameaçando a Ucrânia de isolamento europeu, o que deve fazer sorrir quem assume a perspectiva de que a Ucrânia é uma Rússia e aliás mais Rússia que as outras. A união falimentar europeia não está em condições de ameaçar ninguém, a menos que queira que lhe cortem o gás. Mas a situação é interessante. Vamos ver se o tribunal de recurso consegue temperar as coisas. Porque o menor abrandamento de pena vai ser tomado como transigência perante as pressões. O tribunal de recurso ficou numa posição impossível. Só porque esta gente nem sabe o que dizer, nem sabe calar-se a tempo. E a Rússia receberá de braços abertos uma Ucrância hostilizada pelas potências falidas do Eixo Atlântico. Isso é seguro. Em razão de um "processo anti-russo" (como disse Moscovo). Para cúmulo. É quase divertido. Nem a SS Galitzie (cujos sobreviventes itegram galhardamente o bloco da antiga primeiro ministro) conseguirá salvar a pobre Júlia deste transe. uido está em saber se ela sobrevive ou não (apostamos que sim). Se sobreviver, vamos ter aqui um problema. De gravidade variável. Mas um problema.   

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...