Sunday, October 10, 2010

Homens-Rato fora daqui

Os italianos iniciaram a via do insulto aos romenos. Achavam-nos homens-ratos. Queriam-nos (e querem-nos) fora de Itália. O mesmo achou aquele sarcoma magiar em França – os magiares, como se sabe, são basicamente uma fonte de prostituição, pornografia e lama venenosa de chumbo e arsénio, capaz de matar todos os Estados do Danúbio -  mas restringiram a coisa, em solo francês, à etnia cigana. Ora ocorre que, melhor reflectindo, a UCD da Suiça achou que homens-rato serão os romenos sim (o que fica impugnado), mas também os italianos e, mais do que isso, tudo quanto lhes “invade” a terra sob o pavilhão da União Europeia. União Europeia? – Homens-rato fora daqui. Não está mal visto. Os xenófobos devem provar o seu próprio veneno. Por consequência, manifestamos a nossa alergia aos exodos construídos pelos franceses (sob comando de um magiar) e aos projectos de  limpeza de sangue italianos. Achamos estranho – e letal - que um canalha húngaro ouse sequer desencadear em França um êxodo com fundamento rácico. Mas achamos divertida a campanha da UDC contra os italianos e todos os cidadãos europeus com o mesmo fundamento. Nem percebemos o escândalo dos que desencadearam tais argumentos. Já na tugária, os homens rato parecem ser autóctones. Mas podemos sempre chamar-lhes "estrageiros do interior". E para onde os mandaremos? É que remete-los às que os pariram não parece destino suficientemente longínquo.    

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...