Wednesday, December 28, 2011

ENTREVISTA DE SS O ARCEBISPO HIERONIMOS I AO FILELEVTHEROS

"Jovem que não se encoleriza não amadurecerá como homem equilibrado". "É preciso conduzir esse impetuoso caudal (da emotividade juvenil) a terrenos férteis". Às outras perguntas, o Santo Padre responde de formas interessantes. Porque é que foi ao Qatar? -"Porque faço o que o serviço da Igreja exige". A regulamentação das relações com o Patriarca Ecuménico é satisfatória? -"É certamente melhor que os textos anteriores, mas, quarenta anos depois, precisa de adaptação". O que pensa da separação da Igreja e do Estado? (esta é especialmente divertida) -" Não temos esse problema na Hélade". O Santo Padre sublinhou ainda a (estúpida?) indiferença dos "países prestamistas" quanto à dignidade dos homens e das Pátrias (entre as causas evidentemente atendíveis da cólera juvenil). Está disponível uma versão francesa, no site das versões francesas destas coisas, ou seja, aqui. Nesta entrevista é importante a informação quantificada do apoio social fornecido pela Igreja à Comunidade Nacional. Cento e cinquenta mil refeições gratuitas diáriamente servidas é definitivamente alguma coisa (designadamente do ponto de vista da dimensão dos problemas sociais em presença). Noventa e seis milhões de euros (da Igreja) distribuídos em apoio social (pela Igreja e neste ano) não é igualmente coisa que possa olhar-se sem assombro. Eis pólá eti Déspota!

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...