Saturday, December 24, 2011

NOVAS MANIFESTAÇÕES RUSSAS

Parte bastante visível da oposição - com grande percentagem de jovens - voltou a manifestar-se contra o que pretende ser a burla eleitoral das últimas legislativas. Medvedev respondeu bem. E Putin não viu mal. Uma coisa é a exigência de aperfeiçoamento da vida institucional. Outra, bem diversa, é aceitar ser instrumento da CIA (entre outros) que ali gastam uns milhares de milhões para desgaste. Lembramos que na Bielorússia o próprio embaixador inglês chegou a juntar-se aos manifestantes em Minsk, quando ali tentaram uma "revolução alaranjada" que acabou (e bem) com a cadeia para os polacos que o tentaram, sem necessidade de expulsar o embaixador inglês que bem o teria merecido. Na Rússia não vai esta escumalha tão longe. Mas vai longe de mais, mesmo assim. Nada temos a apontar a quem ama a sua Pátria e quer que as coisas aí melhorem. Mas a nossa indulgência para o país das fraudes eleitorais da Florida e para os repressores brutais das manifestações de Berkeley e de Nova Iorque, a nossa indulgência para com tais bestas é nula. Em todo o caso, a Rússia está a salvo. Seguramente a salvo. (E o Kazaquistão também não é abalável com essa facilidade, nem a União Aduaneira Eurasiática levada a cabo pelas três primeiras potências que a instituíram pode ser abalada assim). Os defensores dos "direitos humanos" à moda de Abu Graib e Guantánamo deviam acalmar-se, não vão esgotar-se-lhes os fundos mais depressa do que imaginam.

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...