Sunday, July 3, 2011

CAGAÇO MEDONHO


 
Sarkozy estava em Brax e ia falar com os mirones quando um dos populares lhe agarrou a lapela. O magiar “cavou”, em meia volta, para se esconder atrás dos seguranças. Parecia que lhe aparecera o Chirac vinte anos mais novo, ou o Villepin em campanha para o Eliseu. Foi como se tivesse visto na frente o Strauss Khan com a braguilha aberta. Que susto. A pressTV sempre sensível às figuras grotescas dos “pseud’homens de estado” em terras de cruzados, repetiu a emissão das imagens. E fez bem. Que sobressaltos. E que medricas. Ninguém conseguiu apurar as intenções do homem que lhe agarrou a lapela. Provavelmente quereria beijar o Sarkozy (e é o mais provável, amado como ele é). Não obstante enfiaram com uma condenação penal ao pobre Fuster, mais a obrigação de frequentar um curso para gerir a cólera. Acharam que havia violência contra titular de órgão de soberania (embora a violência não possa estar provada, que não se deduz daquele cagaço medonho do magiar qualquer intenção do alemão Fuster). Espera-se que o alemão recorra.  Herman Fuster. Um nome a fixar.

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...