Sunday, May 29, 2011

O RAPTO DE RATKO MLADIC - O -BRAVO


A aliança otanasca apresenta o assassinato, a tortura, a pilhagem mais despudorada, a devastação mais inumana e as ditaduras mais cruentas, como angélicos instrumentos seus de paz e desenvolvimento. Nisso se salda quanto diz. E nessa linha comemora o rapto do General Mladic. Demoraram 16 anos a corromper a vida pública na Sérvia até ser possivel mais este rapto. O rapto de homem debilitado por um avc com consequências severas. Mas temos a certeza que o General morrerá bem, entregue embora às pardas patas assassinas que operarão no cárcere e no momento que lhes for oportuno. Morrerá bem, porque viveu bem. Ninguém esperará um debate honesto sobre as guerras impostas aos sérvios, em nenhum dos quadrantes. Esperar a equidistância de um tal “tribunal” seria tão irrealista como ver discutida a utilização do urânio empobrecido como crime contra a humanidade (é exactamente o caso). A Rússia exige a  objectividade, mas essa é uma posição de princípio que só mais tarde dará os seus frutos. A Rússia também sorri  diante das expectativas da Sérvia quanto à entrada na UE. (Ver os sérvios como um estado vassalo da Alemanha é impensável e não seria outro o destino de tal "integração" em espaço que se desarticula).  Recordamos que a aliança otanasca sempre consentiu nos seus territórios a operacionalidade do terrorismo dos homens de Pavelic até ao final dos anos oitenta. Quanto ao tribunal otanasca, tribunal de ocasião, tem as gentes habituais nestas coisas, gentes que dão à linguagem e aos factos o valor que entenderem compatível com o espetáculo que se voluntariaram para protagonizar. São réus de morte, esses pretensos juízes. São réus de morte no tribunal de outra vitória. E essa outra vitória já pareceu mais longínqua. Até lá, todavia, o significado político e prático da desarticulação violentíssima da Iugoslávia mostra-a a Russia Today nos monumentos à Vitoria na II Grande Guerra que foram completamente abandonados. Isso tem o significado prático de mostrar quem venceu nos balkans (por enquanto).  E para quê. É preciso notar que os estados sérvios subsistem – apesar de tudo - os únicos territórios pacificamente multiétnicos na região. “Racismo”, “limpeza étnica”, extermínio rácico e religioso, são coisas que os sérvios sofreram, sim. Mas nunca praticaram.


No comments:

FIND MADDIE!

Loading...