Friday, September 9, 2011

INTERESSANTE

A França lançou um imposto sobre as laranjadas e a Coca Cola levou a mal. Quer retaliar. Diz que não pode ser. E lá apareceu uma parlamentar a sublinhar que a Coca Cola não tem competência para determinar a política de saúde pública (desencorajar pelo preço o consumo do açúcar) ou para se pronunciar ("soberanamente") sobre a política fiscal francesa. A observação não está mal feita. Ocorre porém que qualquer macro merceeiro, nos tempos que correm, se sente no direito de imaginar que o Estado deve servir-lhe os interesses próprios. E até obedecer-lhe. Porque será?

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...