Wednesday, September 7, 2011

SANTANA LOPES ACHA POUCO

Acha pouco.Ainda bem que o disse. (E disse-o perfeitamente a tempo). Disse-o ontem. Esperava mais da reacção popular. Minimizou os indignados em Espanha. Os motins de Londres. O sobressalto (por ora) contido em Paris. O quase nada em Lisboa. "Esperava mais", disse o Lopes da TVI abaixo. Há coisas que não se dizem, porque as Erynias Negras existem. E ouviram-no, pela certa. Mas ficámos assim a saber que para as direcções políticas instrumentais dos banksters, para as "maçonarias de direita", para a corja papista, (mesmo para os presstitutos, porventura) se não lhes reduzirem as existências a cinzas (que é no fundo a punição que esperam), dirão de tudo o que ocorra que "isto não é nada". Ora (fixem bem) é condição elementar de Justiça a coincidência, na identidade de juízo, da consciência que julga com a consciência julgada. Se "isto não é nada", importa dar-lhes o que para eles seja "alguma coisa". E eventualmente, mesmo, o inteiro "mais" que esperavam e esperam. Convém pois não esquecer o que esperam, como medida do que há-de ser-lhes dado. E, sim, por imperativo de Justiça. Assim Deus o queira.

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...