Tuesday, September 13, 2011

TERROR EM TRIPOLI

Valas comuns com corpos de soldados leais ao governo assassinados,  detenções arbitrárias de funcionários e populares apontados como leais ao governo feitas por bandos armados de assassinos, conflitos de liderança na invenção otanasca que é o CNT. Estas são as marcas da “libertação” feita pelos bombardeamentos e pela largada dos rufias armados na capital, largada viabilizada por unidades de SAS e Legião Estrangeira Francesa. Entretanto uma unidade do Exército Líbio atacou Ras Lanuf prosseguindo até agora os combates e tendo sido confirmada a eliminação neste teatro operacional de uma dezena e meia de rufias armados pela corja otanasca – número relativamente modesto, mas que pode subir nas próximas horas -   enquanto se mantém a forte resistência em Bani Walid, como em Sirte e no restante território da Líbia livre. O ataque a Ras Lanuf parece demonstrar uma (feliz) alteração de táctica do Estado Maior Líbio que assim retoma a iniciativa militar e, no caso de se poder manter, é meio apto a semear a confusão (e a morte, o que não é menos importante, infelizmente) entre a escumalha do ficcionado CNT. Retomar a iniciativa inviabiliza, ainda, com grande eficácia, o cálculo otanasca em cujos termos o património e recursos do país vítima da agressão poderia custear os encargos orçamentais da mesma agressão. Que nenhum repouso e nenhuma certeza sejam concedidas a tal escumalha. Está certíssimo. E coragem não falta, tudo se conjugando, portanto, para que as coisas se passem exactamente assim. Como devem passar-se. Esta foi uma boa notícia. Bendita Telesur que fura, com bravura única, a teia de enganos dos presstitutos.

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...