Monday, June 13, 2011

A OPÇÃO DE CHIRAC

O hexágono discute. Mas discute mal. No "humor" de Chirac não é a senilidade do homem, mas a senilidade da direita conservadora que explica a posição. Esta direita francesa é herdeira da Resistência e do General de Gaule. Viveu e superou grandes perplexidades.Co-existiu, em debate, com grandes vultos do pensamento da sua época. Conhece o valor da liberdade intelectual e aprendeu a respeitá-lo como destinatária das maiores provocações intelectuais e políticas do século anterior. Mas quando esta gente olha o cretino magiar, estremece. Evidentemente. E examinado o espectro político não se vê quem possa representar a liberalidade política que representa este conservadorismo francês. Só o "inimigo" tradicional se parece ainda com eles (deste ponto de vista, cuja importância não é, como bem se vê, negligenciável) . Não é a primeira vez que isso ocorre. Supreendente é que os franceses tenham perdido a capacidade de o perceber. Dizem que é humor. Talvez seja. E sardónico, porventura. Morrem sorrindo, então.(E está muito bem). Mas não morrem de riso. Morrem porque chegou a hora de morrer, para eles e para muitas outras coisas. Vamos ter saudades destes. Já tínhamos, aliás, saudades deles.

No comments:

FIND MADDIE!

Loading...